CEDAPS | Centro de Promoção da Saúde

MENU MENU

Notícias

23 de outubro, 2006

Começa nova fase do Ciclo de Educação Comunitária em HIV/Aids

O Ciclo de Educação Comunitária em HIV/Aids para a qualificação de lideranças da Rede iniciou uma nova fase. Depois de três meses de aulas sobre temas relacionados à epidemia de aids – como prevenção positiva, pesquisas e vulnerabilidade, entre outros – as lideranças participaram do seminário Planos Locais de Ação em HIV/Aids na Comunidade: prevenção, assistência e pesquisa.No seminário, elas elaboraram, com a metodologia Construção Compartilhada de soluções em saúde, projetos para criar ou reorganizar suas ações, levando em conta o conteúdo e as parcerias conquistadas no curso. Os 14 planos de ação formulados apresentaram focos bem diversos: apoio aos soropositivos das comunidades, prevenção para adolescentes, formação de adolescentes multiplicadores através de um grupo de teatro, criação de materiais para pessoas analfabetas, entre outras tantas idéias.

O evento de encerramento da primeira fase, realizado no dia 05 de outubro, foi dedicado à apresentação de um resumo de cada projeto e à avaliação geral desta experiência. Para as lideranças, o principal resultado do curso foi o grande aprendizado que tiveram. “(…) Minha bagagem de conhecimento sobre prevenção das DST/Aids está melhor e já dá pra passar na Mangueira esse conhecimento”, disse Cristina dos Santos, do CIATE. Em seu projeto, ela e sua parceira Cláudia Helena (também do CIATE) planejaram um ciclo de capacitação para a equipe de sua organização a fim de conhecer estratégias e dinâmicas de trabalho com adolescentes.

Como não poderia deixar de ser, os projetos já começaram e o primeiro encontro de acompanhamento acontecerá aqui, no Cedaps, no dia 31 de outubro, às 14h. Da parte das lideranças surgiu mais uma proposta de avaliação: um “encontrão de projetos” na quadra da Canitar (Complexo do Alemão) para apresentar os resultados, sugerido por Lúcia Cabral, liderança reconhecida na comunidade.Outros pontos positivos foram destacados nesta experiência, como a aproximação do grupo, “fazer curso na Fiocruz”, trazer parceiros da comunidade e receber novos materiais. “Foi muito bom participar com todos. A gente participa de reunião, mas não dá tempo de se conhecer. A gente se conheceu melhor, conheceu outras pessoas, foi muito importante”, avaliou Conceição Machel que fez o projeto em parceria com a filha, Andréia.

O Ciclo de Educação Comunitária em HIV/Aids para a Rede de Comunidades Saudáveis foi possível através da parceria entre Cedaps, Instituto de Pesquisas Clínicas Evandro Chagas (IPEC/Fiocruz) e Comitê Comunitário Assessor/ABIA.