CEDAPS | Centro de Promoção da Saúde

MENU MENU

Notícias

12 de dezembro, 2019

Lideranças da RCS ganham reconhecimento promovido pela ABIA

Na noite do dia 11 de dezembro de 2019, a Associação Brasileira Interdisciplinar de AIDS – ABIA concedeu o prêmio Reconhecimento: Promoção em Saúde e Prevenções Populares do HIV e da AIDS em 2019 para jovens e adultos, ativistas ou não, que se destacaram ao longo do ano em ações pautadas no âmbito da prevenção do HIV/AIDS, luta pelos direitos, respeito e combate à epidemia. O Prêmio Reconhecimento é uma ação do Projeto Diversidade Sexual, Saúde e Direitos entre Jovens da ABIA e busca valorizar e reconhecer as ações dessas pessoas que atuam diretamente na base e estão na linha de frente do enfrentamento aos estigmas e preconceitos, pela diversidade, prevenção e promoção da saúde.

A solenidade foi entregue no auditório do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), localizado no Centro da cidade. Cinco lideranças comunitárias da Rede de Comunidades Saudáveis do Rio de Janeiro estiveram entre as pessoas reconhecidas pelo prêmio: Ana Leila Gonçalves, Centro Social Fusão; Cleide Jane Figueiró, AMIRES; Nemese Nascimento, Centro Social Vivendo e Vencendo – Morro da Fé; Rosilda Pereira, AMUIG e Tânia Alexandre, AMEPA.

Conheça um pouco sobre o trabalho que a instituição onde cada uma delas atua, realiza:

Centro Social Fusão – Instituição sem fins lucrativos localizada na Comunidade Jacutinga, Mesquita – RJ, que implementa atividades educativas a fim de promover mudanças de comportamento que reduzam infecções por IST/AIDS/Tuberculose na população em situação de pobreza do bairro e adjacências. Estratégias que utiliza: Roda de Conversa, Camelô Educativo, Porta-a-Porta, Dispenser de Garrafa Pet, Oficinas Temáticas e Circuito Comunitário de Prevenção.

Associação Missão Resplandecer – AMIRES – A Amires tem como objetivo fortalecer a cidadania das pessoas vivendo com HIV/AIDS, através do acolhimento entre pares, atendimento e encaminhamento para rede especializada. Estratégias que utiliza: Roda de Conversa, Camelô Educativo, Café com Adesão, Oficinas temáticas, Prevenção com Evangélicos e Porta- a- Porta.

Centro Social Vivendo e Vencendo – Morro da Fé – Atua com o objetivo de contribuir para a melhoria das condições de vida das crianças e adolescentes moradoras da área, buscando a implantação de políticas públicas que viabilizem melhor qualidade de vida para a comunidade, tais como: saneamento básico, água encanada, luz, asfalto, creche comunitária, entre outros. E através das estratégias que usa para conversar com a comunidade, passa informações sobre cidadania, promoção da saúde e prevenção de IST/HIV/AIDS e Tuberculose. Estratégias que utiliza: Camelô Educativo, Roda de Conversa, Oficinas Temáticas e Dispenser de Garrafa Pet.

Associação de Mulheres da Ilha do Governador – AMUIG – Formada por moradoras da comunidade da Praia da Rosa e adjacências que lutam por políticas públicas que viabilizem o acesso aos direitos humanos e sociais das pessoas que vivem nesse território. Para alcançar este objetivo são realizadas ações de cidadania com caráter social, cultural, esportivo, educacional, ambiental e também na área da saúde com foco em Prevenção as IST/HIV/AIDS e Tuberculose. Estratégias que utilizam: Roda de Conversa, Camelô Educativo, Porta-a-Porta, Dispenser de Garrafa Pet, Varal da Prevenção e Oficinas Temáticas.

Associação de Mulheres de Edson Passos – AMEPA – localizada na Comunidade do Campo América, no município de Mesquita a Associação surgiu a partir da ocupação das casas populares. Atualmente na comunidade vivem cerca de 3000 pessoas em condições de vulnerabilidade devido a carência de necessidades básicas, como: saneamento, pavimentação, creches, etc. A AMEPA promove diversas ações visando a melhoria da qualidade de vida dos moradores e moradoras, entre elas atividades com o intuito de disseminar informação e ações sobre educação para prevenção de infecções sexualmente transmissíveis IST/HIV/AIDS. Também são realizadas campanhas de prevenção à Tuberculose, Dengue e Zika. Estratégias utilizadas: Distribuição de preservativos, Visita às casas, Encontros educativos, Ações de prevenção das IST/HIV e Tuberculose e Eventos comunitários.

Saiba mais sobre as instituições que compõem a Rede Nacional de Comunidades Saudáveis – RNCS, acesse nosso Mapa!