CEDAPS | Centro de Promoção da Saúde

MENU MENU

Notícias

20 de junho, 2006

Termina fotonovela que a Globules produziu no Brasil em parceria com o Cedaps e jovens moradores de comunidades populares

Terminou na última sexta-feira, a fotonovela que a Globules produziu no Brasil em parceria com o Cedaps e jovens moradores de comunidades populares. Equipe e “atores” registraram as imagens no Campo de Santana e na sede do Cedaps, no centro do Rio. Carlos Felipe Diniz, 16 anos, morador de Piabetá contracenou junto com Ana Paula de Jesus Santos, 18 anos, moradora de Santo Aleixo, Daiane Joana Matos, 17 anos, de Ramos entre outros. Carlos disse que o mais importante deste trabalho foi interagir com pessoas de outra cultura. Já Ana Paula enfatizou o carinho que a equipe da Globules teve com os jovens. “Foi como se eles nos conhecessem há muito tempo”, afirmou. Christine Ternat, diretora da Globules, e sua equipe deram autonomia ao grupo para realizar as fotos, a edição e a própria direção da fotonovela.Veja abaixo matéria publicada na newsletter da Globules:

Cedaps e Globules : juntos a favor dos jovens de periferiaA ONG Globules surgiu em 1994 na cidade de Rouen, região da Normandie, na França. Assim como a Rede de Comunidades Saudáveis, a Globules mostra através de jornais e pequenas publicações o quê de positivo acontece nas periferias. “Viemos ao Brasil porque encontramos muita coisa em comum com o trabalho realizado pelo Cedaps”, destaca Christine Ternat, fundadora da Globules. Nas publicações da instituição são abordadas questões que dizem respeito ao cotidiano dos jovens moradores de periferia. Os editores também são jovens e a equipe chegou ao Brasil na última quarta-feira para organizar, junto com a equipe do Cedaps e jovens de comunidades populares, uma oficina que será finalizada em uma fotonovela. “Queremos ouvir os jovens brasileiros, assim como fazemos com os jovens na França”, acrescenta Christine. Ela conta que seu principal método de trabalho é deixar os jovens falar, sem interferir. Tudo o que dizem é publicado, sem censura. Os principais temas abordados são o corpo, o meio ambiente, um planeta melhor, cidadania e habitação. Este último irá conduzir o trabalho com os jovens brasileiros.

Na última sexta-feira a equipe visitou o Morro dos Prazeres em Santa Tereza. Zoraide Gomes, liderança da Rede de Comunidades Saudáveis, recebeu a equipe francesa e apresentou seu trabalho na comunidade. Christine Ternat ficou impressionada com o alcance das atividades realizadas pela liderança e sua equipe nos Prazeres. “Eles têm uma consciência sobre economia muito interessante”, aponta. Zoraide está na Rede de Comunidades há cinco anos. Ela coordena um núcleo de prevenção às DST/Aids, o PROA (Prevenção Realizada com Organização e Amor), parceria com o Cedaps e o Ministério da Saúde. Também faz parte do Dança pra Galera/Galera.com, projeto integrado que abrange um grupo de dança, uma biblioteca comunitária e atividades ligadas a tecnologia com ênfase na produção visual. Além disso, ela coordena um ateliê onde se produz artesanato local para geração de renda.

A Globules foi apresentada ao Cedaps por intermédio do I-Enlace, grupo que através da internet, promove o trabalho conjunto de organizações da América Latina e Europa.

(www.ijumelage.org). A oficina da Globules com os jovens brasileiros iniciou nesta segunda-feira (06/02) e vai até a próxima sexta-feira (10/02).