CEDAPS | Centro de Promoção da Saúde

MENU MENU

Notícias

03 de outubro, 2016

De olho no futuro: jovens da Cidade de Deus se capacitam para atuar em telecomunicações

Emoção marca a formatura da turma pioneira com formação em telecom do Programa Jovens Construtores

turma-de-formandos-reunida

Formandos do Jovens Construtores CDD Telecom

 

No último sábado (24), o Programa Jovens Construtores (JC) realizou a formatura da sua primeira turma na Cidade de Deus. A cerimônia foi realizada na Igreja Anglicana Cristo Rei e contou com a presença dos participantes do programa, seus familiares, da equipe do CEDAPS, da Associação Semente da Vida – ASVI, organização de base comunitária responsável pela realização do JC na comunidade, parceiros do projeto e membros do Conselho do Jovens Construtores.

A missão do programa é contribuir para o crescimento pessoal e profissional de jovens moradores de favelas e periferias, associada à mobilização e desenvolvimento das famílias dos participantes, das comunidades e, por fim, da cidade. E já é possível notar o desenvolvimento dos jovens que participaram desta primeira edição do programa na Cidade de Deus. Denílson Freitas é pai do jovem construtor Samuel, que ao final do curso conseguiu uma oportunidade de trabalho: tornou-se Jovem Aprendiz na Oi.

Conselho de Jovens

Conselho de Jovens

O pai de Samuel não escondeu a emoção durante a formatura: “a gente sabe como é difícil conseguir um emprego no Rio de Janeiro para as pessoas da nossa classe financeira, porque a gente não tem condição de dar um curso legal para os nossos filhos. Existem várias portas, mas para passar por elas é preciso estar capacitado. Nossos filhos podem até ter capacidade e inteligência, mas não encontram apoio. Eu fico muito feliz que esse programa possa ser um caminho para proporcionar a ele um futuro legal, para dar uma base, para ele que possa correr atrás e ter força de vontade. Enquanto pai, eu fico mais tranquilo!”.

Com Typhane, outra jovem construtora, não foi diferente. A evolução foi notada em casa. “Minha filha evoluiu muito. Ela não gostava de fazer nada, dormia até tarde. Depois do curso começou a se empenhar, a acordar cedo, a se interessar por outras atividades que ela não tinha costume de fazer. Para mim foi muito bom vê-la fazendo amizade com outras pessoas, com outros jovens iguais a ela. Ela era mais fechada, não era de falar muito com outras pessoas, era agressiva, hoje ela está mais serena, mais calma, fala mais e brinca mais”, comentou a mãe de Typhane, Damiana Rufino.

Esta edição do programa foi pioneira. Pela primeira vez, foi realizado o Jovens Construtores Telecom, que capacitou jovens em telecomunicações, nas áreas operacional e de vendas. A inovação foi possível graças ao apoio do Instituto Oi Futuro e à parceria estratégica com a Oi. A parceria com o Instituto Oi começou em 2012, quando, através do Oi Novos Brasis, uma iniciativa que apoia projetos sociais, o instituto apoiou o Jovens Construtores no Complexo do Alemão.

katia-edmundo-do-cedaps

Kátia Edmundo, diretora do CEDAPS

Os participantes desta edição tiveram iniciação profissional para atuar em quatro eixos da área de telecomunicações: banda larga, telefonia fixa, vendas e NR 10 (Norma Regulamentadora, que tem por objetivo garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores que interagem com instalações e serviços em eletricidade). As oficinas sobre esses temas foram oferecidas pela empresa Aliança Consultoria em Gestão Empresarial. Durante o programa, os participantes tiveram também a oportunidade de visitar o Centro de Treinamento de uma empresa de prestação de serviços em redes e telecomunicações, além da sede do Instituto Oi Futuro e o Museu das Telecomunicações.

flavia-viana-do-oi-futuro

Flavia Viana, do Oi Futuro

A mestre de cerimônia do evento foi a presidente da ASVI, Maria do Socorro Brandão. Na mesa estiveram presentes Kátia Edmundo, diretora executiva do CEDAPS; Flávia Viana, representante do Instituo Oi Futuro; Valéria Moreno, coordenadora de Programas Especiais do CIEE; e Ivan Costa da Aliança Consultoria. Representando o Conselho dos Jovens Construtores estiveram presentes Alice Agapito, Lucas Lopes e Hugo Sabino, que deram boas-vindas aos novos formandos. Gisele Monteiro, facilitadora do CIEE que deu algumas oficinas para os jovens, foi a professora paraninfa escolhida pela turma.

maria-do-socorro-brandao-da-asvi

Maria do Socorro Brandão, da ASVI

O Programa Jovens Construtores é uma tecnologia social voltada para a formação de jovens originalmente concebida pela organização YOUTHBUILD e implementada no Brasil pelo CEDAPS, com assessoria do YouthBuild International. Após realizar três edições pilotos nas comunidades 29 de Março, Complexo do Alemão e Morro dos Prazeres, o JC se consolidou como um programa.