CEDAPS | Centro de Promoção da Saúde

MENU MENU

Notícias

03 de julho, 2006

Reunião ampliada do GT Aids e Comunidades Populares e Ministério da Saúde

O Grupo de Trabalho Aids e Comunidades Populares Urbanas irá se reunir com uma representante do Ministério da Saúde, no dia 29 de maio, para iniciar uma discussão sobre questões específicas do trabalho de prevenção das DST/Aids em comunidades.
Para Kátia Edmundo, coordenadora do Cedaps, “um grupo de trabalho de entidades do campo da aids tem a função de aperfeiçoar uma política de prevenção com base nas comunidades, chamando atenção para a especificidade do trabalho de base territorial”.
O GT é composto pela Associação de Mulheres de Edson Passos, Associação de Moradores de Santa Anastácia, Cedaps, Cresam, Cidade Viva, Transformate, Sociedade de Amigos de Vila Kennedy, Ciacom, Ciads e Congesco.
A proposta de um GT sobre Aids e Comunidades Populares foi lançada no 13º Encontro Nacional de ONG/Aids (ENONG), em setembro de 2005, durante o Fórum Aids e Comunidades Populares, realizado com agentes de prevenção, ONGs e grupos comunitários envolvidos no trabalho de prevenção das DST/Aids. O Fórum debateu sobre as especificidades da ação de prevenção nesses territórios e a atuação do agente comunitário de prevenção, além de ter elaborado duas propostas e uma recomendação, aprovadas na plenária final do Encontro. Alcançar mais visibilidade ao trabalho realizado nas comunidades e fortalecer as ações das lideranças comunitárias quanto à prevenção também foram objetivos do Fórum. A partir da recomendação de que os Fóruns Estaduais de ONG/Aids criassem comissões ou grupos de trabalho sobre o tema, o GT foi formalizado no Fórum do Rio.
A discussão continuou no Fala, Comunidade 6, com a elaboração de um documento com alguns apontamentos para a sustentabilidade política e financeira das ações de combate à epidemia em comunidades populares dos centros urbanos.

(Por Danielle Bittencourt)