CEDAPS | Centro de Promoção da Saúde

MENU MENU

Notícias

29 de maio, 2020

Chama na Solução: Adaptação em tempo de COVID-19

A pandemia do novo coronavírus (COVID-19) está reorganizando a forma como a população desempenha suas atividades no dia a dia e para os participantes do Chama na Solução Rio não foi diferente. Cinco grupos de jovens residentes de favelas e periferias da cidade, que vinham sendo acompanhados desde novembro de 2019 pelo CEDAPS e pelo UNICEF Rio, desenvolveram ações com o objetivo de apresentar soluções para os conflitos sociais que enfrentam como juventude periférica e/ou de favela em relação ao mundo do trabalho.

No entanto, tais estratégias foram pensadas para realização de atividades nas ruas com oficinas e acompanhamentos, reunindo jovens e adolescentes das regiões atendidas pelas soluções dos grupos, algo que se tornou rapidamente inviável com a chegada da pandemia da COVID-19 no Brasil, e com isso se fez necessário repensar atividades externas e que reúnam muitas pessoas em um mesmo espaço para que a pandemia possa ser controlada. 

Diante desse desafio os jovens do Chama na Solução Rio precisaram adaptar suas estratégias de contato para alcançar o seu público e respeitar o distanciamento social recomendado pelos principais órgãos de saúde. E com a agilidade e capacidade de adaptação típica de quem está acostumado a lidar com obstáculos e tem urgência em alcançar objetivos os grupos se reorganizaram, afinal, sabem muito bem onde estão os seus pares e em quais plataformas interagem.

As redes sociais ganharam destaque nesse processo, pois são uma das principais fontes de informação quando se pensa em acesso rápido. A proposta é que ela também seja uma ferramenta para o desenvolvimento juvenil. Saiba o que cada grupo está realizando com suas iniciativas:

 

Conecta Jovem 

A iniciativa pretende conectar os jovens e adolescentes para terem acesso à internet através um espaço oferecido por uma instituição parceira que disponibilizará computadores aos alunos do Ensino Médio para ajudar nas suas pesquisas e atividades escolares.

Infelizmente com a chegada da pandemia a atividade precisou ser suspensa devido às medidas de distanciamento social em que devemos restringir a circulação de pessoas ao máximo possível. Como o recurso do projeto já havia sido investido nos equipamentos necessários o grupo aguardará o fim do período de distanciamento social para colocar a solução em ação.

 

 

 

 

 

 

De Dentro Pra Fora

Através de uma metodologia voltada para o fortalecimento socioemocional, o De Dentro Pra Fora irá desenvolver atividades online que possibilitem aos jovens e adolescentes envolvidos uma imersão pessoal para promover o autoconhecimento. O objetivo é identificar suas potencialidades e assim entender o lugar que querem ocupar no mundo do trabalho e as capacitações que devem buscar.

As atividades serão em formato de enquetes nos stories da plataforma Instagram, bastante popular entre jovens e adolescentes. Anteriormente haviam sido pensadas para serem aplicadas presencialmente, mas já estão sendo adaptadas para o mundo digital, respeitando assim o distanciamento social. Além disso, o uso do Instagram permite a geração de dados que serão fundamentais para quantificar os resultados da solução.

Para atender questões referentes a pandemia de COVID-19 o grupo irá aplicar um formulário (GoogleForm) via Whatsapp com trinta jovens e adolescentes de três territórios diferentes: Morro dos Prazeres, Morro da Formiga e Providência. O objetivo é entender quais são as necessidades específicas que eles estão enfrentando nesse período, e a partir das respostas elaborar uma ação com o orçamento que possuem. Para saber mais, siga eles no Instagram @de.dentroprafora19.

 

 

 

 

 

 

Empresa Poética

Para este grupo os processos seletivos precisam ser humanizados, e será por meio desta abordagem que a Empresa Poética pretende apresentar a jovens e adolescentes de favelas e periferias um novo olhar para os métodos que definem quem está apto a ocupar uma vaga de emprego. As oficinas serão realizadas por transmissão ao vivo nas redes sociais com diversos temas: confecção de currículos, desenvolvimento sustentável, o valor do jovem favelado e dentre outros que que estão relacionados ao mundo do trabalho.

O objetivo é apresentar como os processos seletivos podem ser mais coerentes com a realidade da juventude periférica e de fato servirem como porta de entrada para o jovem que deseja trabalhar.

Antes do período de isolamento social os encontros seriam presenciais em um espaço no Centro da cidade, onde jovens selecionados de diversas regiões atendidas por eles poderiam chegar com mais facilidade. Agora o grupo utilizará uma estratégia que tem movimentado bastante, as lives, que serão divulgadas através da página no Instagram @empresapoetica.  

 

 

 

 

 

 

Jovens Podem

Oportunidades e informações não chegam para todos, é o que o grupo Jovens Podem identificam. O objetivo dessa iniciativa é apresentar uma solução para reduzir a desigualdade de distribuição de oportunidades e informações para públicos vulneráveis da juventude, são eles: jovens em medidas socioeducativas, jovens mães desempregadas e jovens em busca do primeiro emprego.

Em sua página no Instagram @jovenspodem, divulgam sobre oportunidades de emprego e informações relativas aos tempos de pandemia como dicas para acessar a renda básica emergencial, por exemplo. Tudo em uma linguagem simples, acessível e bem ilustrada.

A proposta anterior do grupo era distribuir uma cartilha impressa com essas informações nos locais frequentados pelo seu público e usar as redes sociais. Com a necessidade de adaptação focaram toda a sua produção de conteúdo no Instagram. Além disso, o Jovens Podem se engajou em iniciativas relativas a pandemia. Em articulação com o grupo Empresa Poética conseguiram a doação de 30 máscaras faceshields que foram entregues a duas instituições do bairro Pavuna, zona norte do Rio de Janeiro: Centro Cultural Phabrika e ONG Visão Restaurar.

 

 

 

 

 

 

PPM – Pontes Para Mudança

O objetivo dessa galera é aproximar os jovens e adolescentes de favelas e periferias das oportunidades através da tecnologia e assim potencializar metas e sonhos. O Pontes Para Mudanças divide sua metodologia em três eixos: networking, plano de vida e mentoria personalizada.

A principal ferramenta para isso é um site que permite o usuário combinar o seu perfil com vagas que estão disponíveis na internet, além de disponibilizar um jogo on-line que ajuda no planejamento de objetivos profissionais.

A ideia inicial do PPM sempre foi ligada ao mundo virtual, e com isso não precisou passar por adaptações para o período de distanciamento social. Sigam eles no Instagram @pontesparamudancario e saibam de todas as novidades!