CEDAPS | Centro de Promoção da Saúde

MENU MENU

Projetos

Rede Nacional de Comunidades Saudáveis

Iniciativas de prevenção ao HIV/AIDS e promoção da saúde em favelas e periferias de centros urbanos brasileiros.

O projeto Rede Nacional de Comunidades Saudáveis: iniciativas de prevenção ao HIV/AIDS  e promoção da saúde em favelas e periferias de centros urbanos brasileiros, tem como objetivo reduzir a infeção por HIV/Aids e aumentar o acesso a informação e aos direitos humanos a pessoas residentes em favelas e periferias dos centros urbanos brasileiros por meio do fortalecimento de uma rede nacional composta por iniciativas e organizações comunitárias de prevenção e promoção da saúde existentes nas regiões brasileiras. Inspira-se na experiência da Rede de Comunidades Saudáveis do Rio de Janeiro, fomentada por CEDAPS desde 1996.

Parte do pressuposto de que as comunidades com baixos indicadores socioeconômicos são territórios caracterizados por uma sinergia de fatores negativos que produzem um contexto de vulnerabilidades frente à epidemia de HIV/AIDS e devem ser combatidos com ações positivas convergentes que fortaleçam os fatores de proteção em sua dimensão coletiva e individual.

O projeto está pautado em três eixos de intervenção: i)disseminação e intercâmbio de experiências comunitárias de prevenção por meio de publicações impressas e na internet; ii)organização e articulação de redes comunitárias (organizações, iniciativas e práticas implementadas por Agentes de Prevenção) nas 05 regiões brasileiras contando com organizações de referência para assessoria e apoio; iii)fortalecimento da prevenção nos territórios populares (favelas e periferias) reduzindo a vulnerabilidade frente à epidemia e gerando aprendizagens para aprimoramento da gestão pública nos diferentes níveis de governo tendo como lócus o estado do Rio de Janeiro consolidando ações já iniciadas via projeto Aids e comunidades.

Nas 05 regiões do Brasil, nossos articuladores e parceiros são:

  • ASIVA- Associação Indígena do Vale do Araguaia- Goiás/GO
  • ACMUN- Associação Cultural de Mulheres Negras – Porto Alegre/ RS
  • CEPROCIG – São Paulo/ SP
  • CNS- Conselho Nacional das Populações Extrativistas– Belém/PA
  • Gapa Bahia – Salvador/ Bahia

 pontilhado
No Rio e Baixada, 06 Núcleos de Prevenção representam instituições de base comunitária, para fortalecimento da Rede de Comunidades Saudáveis:

  • AMAC e AMAMU – Complexo do Lins e Pilares
  • Centro Comunitário Raiz Vida e Núcleo Borel – Grande Tijuca
  • CRESAM – Vila Cruzeiro
  • EDUCAP- Complexo do Alemão
  • CCAP- Magé
  • Centro Social Fusão e AMEPA – Mesquita

 pontilhado
Resultados esperados:

  • Pelo menos 80 iniciativas comunitárias de prevenção identificadas, registradas e articuladas virtual e/ou presencialmente nos estados e municípios brasileiros integrantes da RCS Nacional.
  • 05 Articulações regionais de prevenção das DST/AIDS em favelas e periferias criadas e fortalecidas contando com o apoio de uma ONG referência nas regiões brasileiras- RCS Nacional.
  • Fortalecimento da Rede de Comunidades Saudáveis através de 06 Núcleos de Prevenção em comunidades – ações culturais, educativas/informativas e boas práticas.
  • Ações de prevenção sociocultural e esportiva realizadas em favelas e periferia do Rio de Janeiro e demais estados por meio da atuação de núcleos locais de agentes comunitários de prevenção no estado do Rio de Janeiro.
  • Produção de Boletins e infográficos produzidos e distribuídos a grupos comunitários de prevenção e serviços de saúde de atenção básica presente em municípios brasileiros; além dos serviços especializados em HIV/Aids.

pontilhado
 O projeto tem o apoio do Ministério da Saúde/ Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais.  Convênio 814553/2014.

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Comunidades Sem Tuberculose
Comunidades Sem Tuberculose
Comunidades Sem Tuberculose
Comunidades Sem Tuberculose
Rede de Comunidade Saudáveis

NESTA SEÇÃO