CEDAPS | Centro de Promoção da Saúde

MENU MENU

Notícias

19 de fevereiro, 2009

RCS participa de lançamento da campanha Carnaval 2009

No dia 13 de fevereiro, lideranças da Rede de Comunidades Saudáveis (RCS) participaram do evento de lançamento da campanha de prevenção da Aids no Carnaval 2009, realizado na Cidade do Samba. Promovida pelo Programa Nacional de DST e Aids do Ministério da Saúde e pela Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, a campanha – intitulada “Sexo não tem idade pra acabar. Prevenção também não” – tem como foco as mulheres acima de 50 anos de idade. Em 1º de dezembro de 2008, uma outra campanha teve como público-alvo homens também acima de 50 anos, uma vez que uma pesquisa do Ministério da Saúde apontou o pouco uso de camisinha entre pessoas desta faixa etária.

Maria de Fátima Silva Lima, da Associação de Mulheres de Vila Kosmos, gostou do foco da campanha. “É diferente; é preciso sensibilizar as pessoas com mais de 50 anos. Na época delas, não tinha aids. Tem que fazer campanha sim, mas não só no Carnaval”, disse ela.

As associações da RCS que foram ao evento integram o Fórum de ONG/Aids do estado do Rio de Janeiro e/ou realizam encontros de convivência e de lazer voltados para mulheres idosas. Participaram do lançamento da campanha de Carnaval 2009: Amigos Posithivos, Associação Cruzeiro do Sul, Associação de Moradores do Morro da Fé, Associação de Mulheres de Edson Passos, Associação de Mulheres de Vila Kosmos, Associação Semente da Vida, Centro de Apoio Social Comunitário de Olaria, Centro de Apoio Social Mulheres Mato Alto, Centro Comunitário Raiz e Vida, Centro Social e Cultural Plantar para Crescer, Centro Social Fusão, Coletivo de Mulheres da Zona Oeste, Comitê Jardim Futurista, Comitê Menino Jesus de Praga, Comunidade do Cabuçu, Grupo de Mulheres de Vila Parque da Cidade, Grupo Tia Angélica, ONG Vitória Régia, PROA, Quebra Tabu e Serviço Social de Apoio à Zona Oeste.

Pesquisa

No evento, a ministra da Secretaria de Políticas para Mulheres, Nilcéa Freire, e o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, apresentaram dados da pesquisa de comportamento realizada pelo Ministério da Saúde em 2008. A pesquisa apontou que 72% das brasileiras com mais de 50 anos não usam camisinha com parceiros casuais. Entre os homens, o número cai para 63%.

A pesquisa também mostrou que mais da metade das mulheres com mais de 50 anos (55,3%) é sexualmente ativa e que a taxa de incidência da aids nesse segmento triplicou em dez anos.

Para mais informações sobre os dados da pesquisa, consulte a página do Programa Nacional de DST e Aids.

 

Publicada em 18-02-2009