CEDAPS | Centro de Promoção da Saúde

MENU MENU

Notícias

19 de março, 2007

Mobilização para o Dia Mundial de Luta contra a Tuberculose

A Parceria Brasileira contra a Tuberculose e o Fórum Estadual das ONGs no Combate à Tuberculose (Fórum ONGs TB – RJ) estão organizando uma série de eventos para marcar o Dia Mundial de Luta Contra a Tuberculose (24 de março). Com o slogan “É antiga mas não é passado”, a campanha desenvolvida por essas entidades chama atenção para o fato de a doença ter reemergido intensamente em todo mundo.

Desde 1993, a TB vem sendo reconhecida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma emergência global. Segundo estimativas deste órgão, dois bilhões de pessoas – o que corresponde a um terço da população mundial – estão infectadas pela bactéria causadora da TB. Deste número, oito milhões desenvolverão a doença e dois milhões morrerão a cada ano. O Brasil ocupa o 16º lugar entre os 22 países responsáveis por 80% do total de casos de tuberculose no mundo. Estima-se uma prevalência de 50 milhões de infectados com cerca de 111 mil casos novos e uma alta taxa de 6 mil óbitos ocorrendo anualmente em todo país.

A Parceria Brasileira contra a Tuberculose é composta pela Bemfam, Fundação Damien, Fórum ONG TB – RJ, Pastoral da Saúde, Pastoral Carcerária, Programa Nacional de Controle da Tuberculose/Ministério da Saúde e Rede TB.

Ações nas comunidades

O estado brasileiro com a maior taxa de incidência é o Rio de Janeiro e, na cidade do Rio, são as comunidades populares as que têm apresentado o maior número de casos. A TB é uma doença associada à aglomeração urbana e às más condições de vida e habitação da população, com muitos dos casos identificados entre pessoas e áreas mais pobres, como favelas, populações de rua e carcerária. Recentemente, também, tem estado bastante relacionada à emergência do HIV/Aids (cerca de 20% das pessoas que têm tuberculose têm HIV/Aids associado).

A Rede de Comunidades Saudáveis está envolvida nas ações de prevenção e vem desenvolvendo atividades educativas em várias localidades e participado de eventos de mobilização. Além disso, cerca de 10 entidades da Rede participam do Fórum ONGs TB e, desde o ano passado, tem uma representação (Maria do Carmo Mucci/Ascosul), junto com o CEDAPS, na secretaria executiva do Fórum.

Para o dia 24 de março, uma das comunidades envolvidas na mobilização é o Mato Alto, localizado em Jacarepaguá, na zona oeste do Rio. O Centro de Apoio Social Mato Alto – CASMA, coordenado por Lúcia Bento, está organizando um camelô educativo para conversar com os moradores e distribuir material de educativo na praça da comunidade. Os jovens que participam das atividades do Casma também farão apresentações para falar de prevenção e Lúcia conseguiu o apoio dos mototaxistas do Mato Alto que colocarão cartazes educativos nos pontos.

Participe da campanha
A Parceria Brasileira contra a Tuberculose – composta pela Bemfam,

Fundação Damien, Fórum ONG TB – RJ, Pastoral da Saúde, Pastoral

Carcerária, Programa Nacional de Controle da Tuberculose/Ministério da

Saúde e Rede TB – lançou uma notificação pública e está disponibilizando

vídeos e materiais educativos para ajudar na sensibilização contra a

doença.

Os vídeos trazem os depoimentos de Sônia Regina Gonçalves e Rita de Cássia

Smith, lideranças da Rede de Comunidades Saudáveis.

Para assistir os clipes e visualizar o banner clique nos links abaixo:

Clipe Campanha TB – Rita.mpg (5.8 Mb)

Clipe Campanha TB – Sônia.mpg (5.8 Mb)

banner em tamanho original  (85.6 Kb)