CEDAPS | Centro de Promoção da Saúde

MENU MENU

Notícias

29 de janeiro, 2008

Encontro discute implementação do Guia Escola de Todos

No dia 28 de novembro de 2007, o Cedaps e o Centro de Vida Independente (CVI) organizaram uma reunião com profissionais da área de inclusão e diversidade a fim de apresentar o projeto Escola de Todos e identificar parceiros para constituir uma rede de apoio à implementação de ações criadas a partir do Guia do projeto.

O encontro aconteceu no Hotel Augustus, em Copacabana (zona sul do Rio de Janeiro), e contou com 15 instituições convidadas, entre elas Instituto Nacional de Surdos, Escola de Gente, Projeto Reperiferia, Sólazer e Campus Avançado, além dos profissionais do CVI e parceiros da Iniciativa Latinoamericana (Inlatina) no Uruguai.

Dando continuidade à discussão sobre a implementação da Escola de Todos, no dia 29 de novembro, Cedaps, Inlatina e Instituto Interamericano sobre Deficiência e Desenvolvimento Inclusivo promoveram uma reunião ampliada com integrantes da rede de apoio, do Conselho Consultivo do projeto, profissionais das áreas de saúde, inclusão social, educação e alunos da rede pública. Também participaram dois jovens ativistas de escolas do estado do Rio de Janeiro envolvidas com o projeto Saúde e Prevenção nas Escolas (PSPE), representantes do Gapa Bahia e do CVI.

O trabalho foi iniciado com a apresentação da proposta do projeto e do Guia Escola de Todos – em fase de finalização -, seguida por uma rodada do jogo “Caleidoscópio Adolescente”, que integra o Guia. Os participantes fizeram uma avaliação sobre a forma, o conteúdo, a aplicação e os resultados obtidos com o jogo. A presença de profissionais de diversas áreas permitiu uma discussão propositiva, com a identificação de pontos para serem aperfeiçoados. Divididos em grupos, eles leram uma versão preliminar do guia, para identificar possíveis questões, dúvidas e alterações.

A reunião também possibilitou que cada participante fizesse uma conexão entre sua participação nesse projeto e o contexto em que está inserido, a fim de avaliar qual a melhor forma de contribuir para a implementação do projeto.

Escola de Todos: prática escolar baseada no desenvolvimento inclusivo

A meta prioritária do projeto Escola de Todos é a elaboração participativa de um conjunto de ferramentas – o Guia Escola de Todos – que subsidie e fortaleça o estabelecimento de uma prática cotidiana escolar baseada na participação e nos princípios do desenvolvimento inclusivo. Assim, propõe-se que a Escola de Todos constitua uma base metodológica que perpasse toda a concepção e prática escolar.

A construção do Guia foi iniciada em 2006, com o envolvimento de profissionais de diversos setores e instituições, bem como de alunos da rede pública de ensino. O propósito desse encontro multidisciplinar e intersetorial é o de concretizar a idéia de participação desde a sua elaboração até a implementação de ações para a construção de uma “escola de todos”.

O Guia Escola de Todos buscará oferecer ferramentas que proporcionem mudanças práticas e substanciais no cotidiano escolar, considerando fundamental que professores, alunos, famílias e comunidades se tornem promotores de princípios e ações de inclusão e desenvolvimento. A idéia de uma Escola de Todos é a da prática docente e da cultura escolar baseadas nos pilares da inclusão, promoção da saúde e participação da comunidade escolar, em especial dos alunos. Fomenta um processo educativo baseado no diálogo e na construção coletiva do conhecimento e da cidadania.

Escola de todos é um projeto realizado em parceria pelo Cedaps, Iniciativa Latinoamericana (http://www.inlatina.org/joven/inclusion/) e Instituto Iberoamericano de Discapacidad y Desarrollo.

Publicado em 29-01-0