CEDAPS | Centro de Promoção da Saúde

MENU MENU

Notícias

18 de setembro, 2018

Em parceria com o UNICEF, CEDAPS promove workshops sobre alimentação saudável em três capitais do Brasil

Jovens participam da Plataforma dos Centros Urbanos

Aconteceu, na última quarta-feira (12), em Manaus, a atividade final do projeto “Comer bem e melhor: promovendo alimentação saudável entre crianças e adolescentes” que foi realizada em três capitais brasileiras (Recife, Rio de Janeiro e Manaus), entre os meses de agosto e setembro, e mobilizou adolescentes para que pensem sobre sua alimentação. A atividade faz parte de um projeto desenvolvido pelo UNICEF, por meio da Plataforma dos Centros Urbanos, com parceira técnica do CEDAPS. O objetivo é mobilizar adolescentes para que reflitam sobre sua alimentação e, a partir daí, os participantes constuíram coletivamente conteúdos e estratégias para engajar outros jovens e replicar os debates.

Na primeira fase do projeto, os jovens passam por oficinas com o tema “alimentação saudável”, mostrando como uma alimentação com bons valores nutricionais pode ser possível e acessível. As características entre alimentos in natura, processados e ultra processados, estão entre os temas que foram abordados. Em outra frente da oficina, os jovens participaram de uma curadoria com vários materiais como: vídeos, flyers e dinâmicas para trabalharem o tema. O projeto engloba os requisitos básicos para a promoção e proteção da saúde, pois possibilita a realização plena do potencial de crescimento e desenvolvimento humano com qualidade de vida e cidadania. 

O aluno Joabe Damaceno de Manaus, falou da relação dos alimentos ultra processados com a economia. “Geralmente, no mercado, as grandes empresas gostam de apresentar a comida “mais fácil”, porque a nossa vida é corrida. Mas não sabemos o mal que esses alimentos causam e deixamos de prestar atenção em alimentos bons que são baratos e fáceis de comer, que encontramos nas feiras vindos de pequenos produtores, como verduras e legumes”, disse.

Durante o workshop de Recife, por exemplo, os participantes circularam por diferentes estações temáticas como rotulagem de alimentos e o teor de açúcar deles, além de acessarem um varal de informações com endereços de feiras orgânicas e receitas regionais. Cerca de 8% das crianças brasileiras de até 5 anos e 10% das crianças brasileiras de 5 a 9 anos estão acima do peso para a idade. O sobrepeso e a obesidade são frequentemente identificados em todos os grupos de renda, bem como em todas as regiões brasileiras, segundo a Unicef.

A promoção de práticas alimentares adequadas e saudáveis está inserida no contexto da adoção de modos de vida saudáveis, sendo componente importante na promoção da saúde e qualidade de vida. A meta é estimular o enfrentamento da redução das desigualdades, reconhecendo e valorizando as diferenças que compõem um centro urbano, assegurando que todas e cada uma das crianças e dos adolescentes tenham seus direitos garantidos, desenvolvendo práticas exitosas com temáticas com foco na alimentação saudável e nutricional voltadas para a população de adolescentes, promovendo a participação social e o protagonismo juvenil no âmbito escolar.

Plataforma dos Centros Urbanos – O CEDAPS é parceiro técnico nacional do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) na implementação da Plataforma dos Centros Urbanos (PCU), que tem como objetivo contribuir na construção de um modelo de desenvolvimento inclusivo das grandes cidades para reduzir as desigualdades que afetam a vida de crianças e adolescentes.