CEDAPS | Centro de Promoção da Saúde

MENU MENU

Notícias

11 de outubro, 2017

CEDAPS participou do 11° Congresso Brasileiro de Aids, em Curitiba

WhatsApp Image 2017-09-29 at 17.36.48

Aconteceu, entre os dias 26 e 29 de setembro, o 11° Congresso Brasileiro de Aids, realizado pelo Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais, do Ministério da Saúde. Essa edição do evento teve como sede a cidade de Curitiba e tema principal foi a prevenção combinada.

Durante cinco dias, ativistas, profissionais de saúde, gestores, pesquisadores entre outros participantes, das diversas regiões no país, se reuniram para trocar experiências, ideias e articular. O CEDAPS participou de duas mesas, representado por sua diretora executiva Kátia Edmundo e pela assistente de projeto Juliana Reiche.

Na primeira mesa, que aconteceu dia 27, kátia falou sobre prevenção, direitos sexuais e deficiências e lançou o novo material do projeto caminhos da inclusão: cartazes com realidade aumentada para pessoas surdas, que contaram com a contribuição do farst http://farst.biz/v1/pagina.php. No dia 29, Juliana Reiche apresentou o trabalho de Assessoria Técnica para a Rede Nacional de Comunidades Saudáveis e  também  integrou a mesa redonda “Tuberculose e integralidade no cuidado: dos determinantes sociais às novas tecnologias”. Ela falou sobre vulnerabilidade e determinantes sociais, com base no “Estudo participativo sobre Tuberculose na Comunidade do Borel”.

Realidade virtual

Além disso, a Rede Nacional de Comunidades Saudáveis, projeto que conta com assessoria técnica do CEDAPS, foi representada por algumas lideranças, que apresentaram trabalhos e participaram de atividades na Vila Social. Foram elas: Gilmara Cunha, do Conexão G; e Dona Márcia, da Instituição Centro Comunitário Raiz Vida.

Consideramos muito  significativa e importante a escolha do tema prevenção combinada para essa edição do congresso. Sabemos que há ainda muito caminho a percorrer até que os direitos a prevenção sejam garantidos para as organizações de base comunitária e as populações em maior vulnerabilidade e excluídas.

Um viva a criatividade, a competência e a interatividade dos movimentos na Vila Social, que mostraram a força e a articulação pelo controle social e a democracia.

WhatsApp Image 2017-09-28 at 15.02.05

Vale ressaltar a manifestação da sociedade civil na abertura do evento, demonstrando a insatisfação do setor com a atual política do Ministério da Saúde e a necessidade urgente de  defesa do SUS. Destaque para a manifestação realizada ao final do evento, na presença do Ministro da Saúde.